Opinião

15/09/2013
BREVE HISTÓRIA DE MINHA VIDA NO JORNALISMO

10/09/2013
SÓ FALTA LULA NA CADEIA, PARA JUSTIÇAR MENSALEIROS

10/09/2013
AMERICANO AFIRMA QUE 'BLACK BLOCS' AJUDAM DILMA

10/09/2013
DILMA EXAGERA E MOSTRA NACIONALISMO SELETIVO DO PT

VER MAIS »


Apolonildo Brito

Escritor, poeta, artista plástico, além de jornalista, Apolonildo Britto é piloto aviador e, sobretudo, amante da Amazônia. Sobre ele muito se tem escrito, Benedicto Monteiro, o maior escritor contextual da Amazônia e membro da Academia Paraense de Letras, afirma que Apolonildo trouxe para a literatura a importância dos rios, igarapés e lagos, e a característica importante da Amazônia ser, uma região tipicamente fluvial, mérito e particularidade essas que estão presentes na obra "Lendário Amazônico".

Amazon View!

Matérias Temáticas » Cultura

Belém do Pará, um jardim cultural

Belém, a capital do Pará, é uma das dez cidades mais movimentadas e atraentes do país, cuja modernidade e agito dão-lhe destaque dentre as capitais brasileiras, tendo ainda bem vivos os sinais do seu passado rico e glorioso nas igrejas seculares, nas praças públicas e nos casarios da Cidade Velha que abriga um patrimônio histórico raro, eivado de prédios revestidos com azulejos europeus, relíquias e outras importantes lembranças culturais.
 

Matérias Temáticas » Cultura

Sairé ou Çairé, a festa de Alter do Chão

O Boto Tucuxi, bicampeão do Festival Folclórico de Alter do Chão, em Santarém, foi desbancado este ano por seu rival Boto Cor-de-Rosa, num embate acirradíssimo na arena Çairódromo da vila balneária que sedia o evento. O espetáculo folclórico avançou em beleza e adquiriu identidade própria no contexto da cultura regional, desvinculando-se do tribal parintinense e tornando-se uma autêntica opereta cabocla.
 

Jornalismo » Reportagens

Rodovia acreana abre as portas do Oceano Pacífico

Planejada para ser irmã gêmea da Belém-Brasília e abrir a Amazônia aos sem-terra do Sul e Sudeste do país, ainda no governo Kubitschek, a BR-364 só foi entregue três décadas depois na efervescência da emancipação do Estado de Rondônia (1984), quando foi concluída a pavimentação do trecho entre Cuiabá a Porto Velho, seguindo os 1.500 km abertos pelos postes telegráficos plantados pelo Marechal Rondon, no começo do século XX
 

OUTRAS

Livros

Encontros e desencontros

Lendário Amazônico

O Vôo das Graças

Parceiros







Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish